COMO EU EXPLICO ESSE CIRCO DE HORRORES AO MEU FILHO DE NOVE ANOS?

18 abr

Hoje acordamos com mais uma derrota de uma longa lista sofrida ao longo de uma vida vivida à esquerda. Abro o Facebook e encontro esta pergunta no status de vários amigos jovens, a idade das crianças varia, mas a perplexidade dos pais é uma constante. Sento-me então ao teclado e espero contribuir minimamente para desanuviar o ambiente.

 

Meus jovens amigos, deixem-me dizer-lhes primeiro que não importa se nossos filhos ou filhas tem seis, nove, quinze ou vinte anos. A responsabilidade de apresentá-los ao mundo de maneira honesta e digna é sempre nossa. Nós, pais e mães, temos a obrigação de dar sentido à loucura cotidiana e torná-la inteligível aos olhos de nossos filhos.

 

Não mintam em hipótese alguma, as crianças percebem e nunca mais vão confiar em vocês. Há uma condescendência e uma superioridade besta que a maior parte dos adultos tem ao pensar que as crianças são novas demais para entender os fatos da vida. Acredite, não são. Se a criança tem a capacidade de formular a pergunta é porque está pronta para a resposta.

 

Nove anos não é pouca coisa, especialmente se você sempre conversou honestamente com seu filho sobre o mundo. Eu tinha oito anos quando soube que meu primo estava sendo torturado pelos militares uruguaios e quando o marido da minha vizinha foi preso e logo depois um dos meus melhores amigos da escola teve que fugir com a família para a Austrália. Nunca mais vi qualquer um deles. E eu entendi perfeitamente.

 

Meus pais nunca me iludiram com fantasias meritocráticas, eu sempre soube que o mundo estava cheio de oportunidades para os ricos e aos pobres só restava o trabalho. E quando os pobres se juntavam para lutar era a morte ou a tortura que os estavam esperando no fim da linha. Não éramos de esquerda na esperança de chegar ao poder e sim porque era o certo.

 

Eleições ganhas não transformam as relações humanas e isso ficou claro nestes últimos anos. Podemos lutar por reformas, podemos apoiar a democracia e comemorar pequenas vitórias, mas o mundo continua o mesmo.

 

E é importante que as crianças saibam que o Céu e o Inferno são mitos e que os mocinhos quase nunca vencem. Que precisamos continuar lutando porque somos de uma linhagem de livre pensadores que não podem ser aprisionados em partidos, escolas, prisões ou hospícios. Porque as nossas mentes são livres.

 

Não somos como somos pela glória, por recompensas materiais ou esperando que o mundo se curve à nossa vontade. Somos como somos porque não temos a alternativa do cinismo, da hipocrisia religiosa ou do falso moralismo.

 

Crianças entendem e muito melhor que uma boa parte dos adultos.

Anúncios

Uma resposta to “COMO EU EXPLICO ESSE CIRCO DE HORRORES AO MEU FILHO DE NOVE ANOS?”

  1. Patricia Damasceno maio 14, 2016 às 12:30 am #

    Ótimo como todos e muito esclarecedor para como lidar com as crianças!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: