A FALÁCIA DESTE “FORA TEMER”

21 maio

Desculpem-me se não saio à rua quando aquela emissora manda. Já gritei muito pela saída do golpista no ano passado, quando o processo de impeachment da nossa presidenta legitimamente eleita ainda estava rolando, quando fazia realmente sentido e urgência. Depois do golpe, o significado dos gestos e das falas mudou e precisamos prestar mais atenção antes de sair para as ruas novamente.

 

As passeatas de que participei não tiveram uma cobertura simpática dessa emissora, ao contrário, houve mentiras, omissões e menosprezo, no melhor estilo que caracteriza o que seus âncoras e repórteres chamam de jornalismo. Defender a democracia e a Constituição, denunciando o golpe e a demonização da política, promovida por essa e outras instâncias da mídia, era considerado maluquice de gente Humanas ou má-fé de sindicalistas. Em meu entendimento, gritar Fora Temer, sem gritar Volta Dilma é aceitar a legitimação do golpe.

 

Fomos derrotados, nossa presidenta foi cassada e deposta mediante um circo estapafúrdio promovido por grupos de interesses escusos e secundado por integrantes de todos os três poderes, gente sem escrúpulos e sem ética que batia no peito clamando honestidade, enquanto sonegava e recebia polpudas propinas. Até hoje não existe uma única evidência concreta de desonestidade ou má-fé de Dilma Rousseff, apenas boatos, insinuações e subentendidos, martelados sem parar por uma mídia sem ética, que precisa justificar o estrago que causou. E passamos a ser hostilizados e perseguidos pelas reformas golpistas e pelo “surgimento” de uma juventude direitista tosca, ignorante e belicosa, que acredita ter vencido, sem perceber que as reformas tornarão suas vidas impossíveis tanto quanto as nossas.

 

A questão que se apresenta agora é o porquê dessa emissora, da noite para o dia, depois de ter promovido a ascensão do que havia de mais podre nos subterrâneos da política e do funcionalismo no país, resolveria aderir e patrocinar o Fora Temer. Depois de ter passado os últimos quatro anos falseando seus noticiários e empregando jornalistas de capacidade duvidosa e comentaristas invejosos e ressentidos. Depois de ter manipulado a crise a seu bel prazer, para atender seus próprios interesses, agora está do nosso lado???

 

Aos que vão sair hoje (gritando Fora Temer, Diretas Já) sou obrigada a lembrar que nem a tal emissora, nem o STF, nem o Congresso e muito menos os sólidos interesses econômicos internacionais envolvidos no golpe tem qualquer interesse em eleições diretas nem agora e nem em 2018. Eu não vou sair saltitando para ajudar todos esses interesses espúrios a promover a subida ao poder de um FHC ou uma Carmem Lúcia, mediante um colégio eleitoral integrado pela banda mais podre do Congresso em décadas. É claro que eu quero que o golpista seja deposto e preso e pague por seu cinismo, sua covardia e suas traições, mas não ao preço de legitimar seu governo mediante uma saída constitucional.

 

Afinal, já distorceram e reinterpretaram tanto a Constituição para consolidar este golpe abjeto, que parece nada mais importar contanto que o país continue a manter os lucros da “gente de bem”. E, por favor, não tenham quaisquer dúvidas de que tudo o que aconteceu nos últimos quatro anos nada tem a ver com pruridos de honestidade ou revolta contra a corrupção. Sempre se tratou de quem, quanto e como se lucra neste país, às custas de um Estado patrimonialista, nepotista e patriarcal, herança colonial que nos exclui até hoje.

 

Nesse sentido, não importa se acrescentamos Diretas Já ou Volta Dilma ao Fora Temer, os donos da bola não tem qualquer intenção de atender às nossas reivindicações, uma vez que o grosso da população permanece indiferente. O Fora Temer hoje serve apenas como terapia para uns e outros e como massa de manobra para legitimar a nova etapa do golpe, que visa remover o incômodo e vergonhoso Temer do poder e colocar ali algo mais palatável aos que mandam e desmandam no mercado. De modo algum haverá uma solução vinda da emissora em questão, que seja minimamente positiva para o país e nos devolva a dignidade e os direitos tomados pelo golpe. Jamais.

 

E já que o papel que nos sobrou é o de emular a “banda do Titanic” enquanto nossas vidas afundam, eu prefiro afundar gritando Volta Dilma. Não apenas por ser essa a única opção possível e honrosa para esta embrulhada rocambolesca, mas também por ser essa a única maneira de permanecer fiel ao que sempre fui. Sou uma comunista sem partido e nenhum partido me manipula e nem me silencia de acordo com sua conveniência.

 

Se é para acompanhar o Fora Temer com reivindicações que não serão ouvidas, então eu quero que o STF anule o impeachment diante dos sinais visíveis de fraude e de golpe. Eu quero que Dilma Rousseff seja devolvida a seu lugar de direito e que, aí sim, ela que é a única com legitimidade, encaminhe uma emenda à Constituição promovendo eleições gerais e diretas. E que seja Dilma que passe a faixa a quem quer que seja eleito.

 

Mas nem se houvesse essa solução legítima eu tenho ilusões de que o país entraria nos eixos, afinal, a maior parte da população, que continua vivendo como se não houvesse golpe e nem reformas, ainda poderia votar um “salvador da pátria” sem projeto, sem causa e sem vergonha na cara, que continuaria nosso mergulho nesse abismo de vergonha e miséria. A emissora em questão conta exatamente com isso para que as “aparências” de democracia sejam mantidas, enquanto nos tomam a saúde, o futuro e a esperança.

 

O que fazer, então????

 

Esquecemos tudo para viver em uma sociedade de aparências tão ao gosto do sistema capitalista? Promovemos uma Revolução sem povo? Continuamos legitimando o sistema com a nossa existência, participando na esperança de mudar?

 

Não são perguntas retóricas, acredito que se encontrarmos a resposta de modo coletivo, poderemos estruturar uma sociedade mais equânime. Desistir, derrubar ou tentar mudar de dentro são as três opções que se apresentam visíveis. Se alguém tiver outra que não envolva “salvadores”, ditaduras ou regressão às estruturas fascistas do século passado, por favor, explique-se e ajude porque eu já não sei para onde correr.

Anúncios

2 Respostas to “A FALÁCIA DESTE “FORA TEMER””

  1. Paulo Pinheiro Machado maio 22, 2017 às 1:59 am #

    Muito bom texto. Também acho uma perda de tempo este Fora Temer junto com a Globo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: