Amargura

6 out

É bem provável que esta postagem saia já com a data de amanhã devido ao fuso horário do WordPress. Entretanto, é bom que conste que na minha cidade ainda é dia 05 de outubro de 2017. O dia em que eu desisti.

 

Enquanto escrevia meu texto de hoje, alertando para a escalada da violência, um sujeitinho entrou em uma creche em Janaúba, norte de Minas Gerais, e ateou fogo em crianças de quatro a seis anos.  É certo que muito se falará sobre isso nos próximos dias, ao mesmo tempo em que se silencia sobre o suicídio do reitor da UFSC, acossado pelo terrorismo de Estado. O que quer se diga, não será suficiente para equacionar o que estamos vivendo.

 

Saí para caminhar à tardezinha e os bares estavam lotados de gente acompanhando as eliminatórias da copa. Entrei nesta página várias vezes e tive o desprazer de ter que deletar postagens procurando “tretas”. Crianças inocentes morreram queimadas porque um imbecil surtou ao perder o emprego e as mesmas pessoas, que passaram semanas denunciando falsamente exposições artísticas por pedofilia, hoje se omitem.

 

Nesse sentido, a hipocrisia dos defensores da família fica escancarada diante de tal tragédia. Os mesmos que não duvidam de condenar uma mulher à morte para salvar um feto, esbravejam em defesa de crianças hipotéticas e desviam o olhar quando crianças de verdade são afetadas. E depois vem dizer que nós é que somos o mal.

 

Como argumentar com quem não quer ouvir? Como explicar ou dialogar se a pessoa não sabe interpretar um texto? Como lidar com a perfídia pútrida que nos rodeia?

 

Cansei. Admito a derrota. Fui.

Anúncios

4 Respostas to “Amargura”

  1. Roseli 06/10/2017 às 2:41 am #

    É de doer na alma…

  2. Paulo Pinheiro Machado 06/10/2017 às 12:58 pm #

    Eu não tenho dúvidas de que esta época de desesperança passará. Para a maioria das pessoas as tragédias diárias são filmes de ficção que passam em suas telas. Só são tocadas quando diretamente atingidas, infelizmente. Mas a situação nacional – e mundial – caminha para um impasse tão grave que logo a maioria acordará.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: